Como a guerra na Ucrânia pode afetar o cenário econômico no Brasil?

Desde o dia 25 de fevereiro, o mundo acompanha com tensão a invasão russa sobre a Ucrânia. O que todos esperavam que fosse se resolver em acordos diplomáticos, vem se agravando a cada dia. Quem está atualizado deve ter ouvido falar até sobre as ameaças nucleares, enquanto outros países se pronunciam e fazem sanções financeiras. A questão é que mesmo que o conflito aconteça na Europa, será que é possível sentir seus efeitos no Brasil?

Infelizmente sim, o principal deles é a disparada do dólar, que entristece muitas pessoas, mas leva os exportadores a mais lucros inesperados. No caso de importadores, independente do setor, o aumento da moeda pesou nos cofres de quem já sofria com a pandemia.

O setor de construção civil, que vinha importando aço da Turquia devido ao desabastecimento no mercado interno, já pedia pela diminuição das alíquotas. 2022 prometia ser um ano melhor que 2021, mas começou janeiro perdendo muitos funcionários para atestados, que somou quase 30% do setor em alguns estados. A China que é outro parceiro de importação do meio e até concorrente em alguns casos, se torna uma incógnita. Isso porque o país é um grande apoiador da Rússia e tem sido pressionado para ajudar a resolver o conflito através de negociações.

Por outro lado, a construção Civil foi um dos setores responsáveis pela recuperação econômica do país no último ano, tendo crescido de 7,6% em relação a 2020. Só em janeiro de 2021, mesmo com muitos trabalhadores adoentados, o setor conseguiu crescer mais 0,70% e parece irrefreável apesar das dificuldades encontradas.

Toda a insegurança gerada pela guerra, reflete a curto e longo prazo na economia do mundo. Países como o Brasil, que aumentaram a importação de produtos e tem sofrido com queda constante da moeda nacional, são os que sentirão os novos valores com mais inquietação. Parece que quando tudo irá normalizar, somos assolados por uma nova onda que não permite que o barco possa continuar a seguir o rumo. Caso a lição ainda não tenha sido aprendida, planeje-se, organize-se e lembre que mesmo preparado para tudo, algo ainda pode dar errado. Não existe um planejamento atual de empresa no Brasil que espera por uma guerra e a verdade é que é um erro contar com certezas. A única coisa que podemos confiar são os números de nossos balanços, dos extratos, do financeiro, da contabilidade e através deles tomar decisões estratégicas. Os últimos anos vieram para mostrar que o inimaginável é mais real do que as piores previsões.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: