NFts na Arquitetura

O assunto NFT parece ter tomado o mundo de forma repentina, apesar de já existir há algum tempo. Mas afinal, o que é um NFT e como é possível utilizá-los na arquitetura.

O que é NFT?

Desde 2021 o assunto NFT vem tomando mais popularidade juntamente com as já famosas criptomoedas e nos últimos meses tem virado assunto de obrigação para qualquer um que trabalhe com na área de investimentos. NFTs, do inglês non fungible tokens e em português tokens não fungíveis são peças de artes originais que a pessoa pode adquirir sem sair de casa. Essas obras podem variar como ilustrações digitais, peças decorativas em 3D e até mesmo casas. O NFT é a identidade visual dessa peça que torna ela original, mas não impossível de ser pirateada. A diferença é que com os direitos da arte original você pode entrar na justiça contra qualquer reprodução da mesma em que você não tenha autorizado. Ao adquirir um NFT, os dados da compra, do certificado NFT e do comprador são todos registrados através do blockchain, tornando possível rastrear a operação. Dessa forma, se em algum momento a pessoa quiser revender a mídia, poderá fazê-lo da mesma forma que adquiriu, cedendo os direitos a outro.

Mas e como ficam os NFTs na arquitetura?

Em março de 2021 foi vendida a primeira casa digital em NFT. A criação da artista Krissa Kim recebeu o nome de Mars House, algo como A Casa de Marte, onde os materiais transparentes em cores magentas e azuis ficam eternamente a beira de uma cadeia de montanha com a visão de um lindo pôr-do-Sol. O desejo de Kim, assim como o de muitos outros arquitetos digitais e compradores, é o de poder encontrar amigos no ambiente virtual e desfrutar desses lugares fantásticos. Atualmente isso só é possível em ambiente fechados como jogos (The Sims) ou Mundos virtuais (Second Life).

O NFT permite ao arquiteto uma liberdade criativa sem limites, pois dentro do mundo digital tudo é possível. A Mars House, por exemplo, não possui paredes ou colunas de estruturação por exemplo, que lhe conferem ainda mais um tom futurístico. Apesar de causar incerteza em muitos investidores tradicionais, o NFT continua ganhando o mercado, principalmente através de jogos que aliam a mídia a criptomoedas. Esse formato pode estar criando uma nova área de trabalho dentro da arquitetura, onde é mais necessário criatividade e originalidade. Sem a necessidade de conseguir alvarás, permissões, certidões, trâmites governamentais e demais burocracias, quem resolver trabalhar com NFT o fará de uma forma muito mais lúdica enquanto não há nenhuma legislação para regulamentar os mesmos. O brasil já possui mais de 42 projetos de lei na busca de regulamentar as criptomoedas para serem tributadas, o que ainda não incluem os NFTs. Tudo isso apenas indica uma direção mais simples de trabalho num mercado ainda incerto. Como o mundo virtual ainda é algo não acessível a maioria das pessoas, não há como prever o que irá acontecer com os investimentos em NFT daqui há 10 anos.

Queremos saber, qual a sua opinião a respeito? Tem ou teve interesse em adquirir algum NFT? Acha esse formato de mídia interessante ou maluquice? Aguardamos seu comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: